Dicas para começar a planejar um intercâmbio

Estátua no topo de uma coluna com um céu azul ao fundo

“Mas que céu pode satisfazer o teu sonho de céu?” Manuel Bandeira

Responda sinceramente, você quer aprender algo ou apenas viajar? Pense novamente, está disposto a usar parte do seu dia em uma aula? Vai investir um bom dinheiro para ficar em uma residência estudantil, casa de família ou dividindo apartamento? Aguenta ficar longe da família, namorado(a) e amigos? Sim? Certeza? Então, vem comigo!

Primeiro passo: faça inúmeras perguntas. Para si mesmo, para o Google, para a Operadora/Agência de Viagens, para a Escola, para quem já embarcou em um intercâmbio, para quem vive no destino que você quer conhecer… Enfim, comece a exercitar a curiosidade durante o planejamento, assim, estará afiado quando embarcar e conseguirá aproveitar mais e melhor essa incrível experiência.

Priorize as prioridades. Antes de escolher um destino, defina o que é mais importante para você. Eu, por exemplo, apesar de amar a Europa, não conseguiria estudar inglês em um lugar onde neva nessa época do ano, como Londres ou mesmo NY, aqui nos EUA. Antes de ir para o mercado pesquisar os preços, defini que gostaria de estudar com pessoas maiores de 18 anos, em uma turma pequena, aprendendo o inglês mais “comercial” (americano), com um curso intensivo e em um destino onde a temperatura não fosse abaixo de 0. San Francisco e a ELS se encaixaram perfeitamente.

Compare, não só o preço das prestadoras de serviço brasileiras, como também a segurança que elas te passam nas informações que fornecem. Há diversas escolas internacionais que fecham pacotes (curso + hospedagem + seguro viagem + transfer) direto com o aluno, no site da instituição, sem precisar de intermediários. Se vcê optar pela assistência de um agente de viagem, procure uma operadora especializada em intercâmbio, como a Experimento, a STB, a CI e a EF (isso não é um post pago). Para fazer valer os R$: 400, em média, que você paga ao prestador de serviço, ele precisa saber o que está fazendo, para onde está te mandando e, principalmente, ter experiência o bastante para sugerir outras opções mais adequadas ao seu perfil.

Como isso é um blog e eu me empolguei nas observações e tópicos, dividirei em dois ou mais posts as informações básicas. Não perca os próximos capítulos, amanhã escreverei sobre como escolher o voo, a hospedagem e o seguro viagem ;)

Capa do ebook Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio Clique aqui e conheça o livro Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio

Neste livro, a jornalista Talita Ribeiro conta histórias que viveu e ouviu durante as semanas que passou entre refugiados de guerra na Jordânia e no Curdistão Iraquiano. Em paralelo, a autora dá dicas turísticas dos locais que visitou e apresenta um passo a passo de como embarcar em uma viagem em que o foco são as pessoas, e não os lugares. “Refugiados no Oriente Médio” é o primeiro livro da coleção “Turismo de Empatia”, que nasce de questionamentos e curiosidades tão fortes que nos fazem sair da zona de conforto e entrar em um lugar desconhecido e sagrado: o coração do outro.

11 comentários sobre “Dicas para começar a planejar um intercâmbio

    • Várias pessoas estavam pedindo essas informações por twitter, ai decidi reunir tudo aqui. Acho que serão 3 posts a princípio, mas outros podem surgir ao longo da viagem ;)

  1. Olá! Eu me interesso bastante acerca da possibilidade de fazer um intercâmbio, mas não para aprender o inglês, mas sim para futuros mestrados/doutorados. Você poderia abranger esses temas nos próximos posts? Sou estudante de Direito, e já andei pesquisando sobre o assunto, mas nunca encontrei nada sobre possibilidades de bolsas pro exterior nesse ramo, e no meu caso, se for particular, é extremamente dispendioso. Você por acaso conhece algum mais acessível? Grato :D

    • Olá, Augusto!
      Infelizmente, não tenho conhecimento o suficiente para escrever um post sobre esses programas. Mas aconselho que você: visite a página das embaixadas, onde pode conseguir esse tipo de informação; explore o site das universidades estrangeiras que têm interesse, para saber como são os programas de intercâmbio; e vá atrás de empresas como o Santander, que patrocinam jovens talentos brasileiros ;)

  2. Pingback: Intercâmbio, #comofaz? - Viagem e Voo

  3. Pingback: Quem tem medo da imigração? E preguiça de tirar o visto? - Viagem e Voo

  4. Olá. Estou considerando o curso semi-intensivo da ELS na Golden Gate Univ. Por acaso, vc tem alguma referência sobre este curso?

    Entretanto, como irei com minha esposa parece que precisarei de uma hospedagem alternativa. A EF oferece o Hi Hostel como opção com bom preço. Alguma dica?

    Obrigado,
    Marcel

    • Recomendo o semi-intensivo da ELS sim, foi onde estudei, é bem localizada, tem bons professores, o ambiente, por ser universitário, é muito bacana.
      O Hi Hostel têm uma localização PÉSSIMA, fuja para as montanhas!rs
      Brincadeiras à parte, é realmente muito ruim a opção de ficar neste hostel, ainda mais em uma viagem com a sua esposa. Recomendo que procure um apartamento ou quarto com banheiro privativo no http://www.airbnb.com.br.
      Se não se sentir seguro com essa hospedagem (que eu recomendo muitíssimo), pode procurar um hotel que feche planos mensais, mas evite a área do Civic Center e Tenderloin, que tem muitos moradores de rua e drogados.
      Porém, não se assuste, San Francisco é uma cidade muito bacana e tranquila, é só você não andar por quarteirões perigosos à noite :)

      Se tiver qualquer dúvida, é só escrever ;)

      Bj e boa viagem!

  5. Oi!

    Eu estou em dúvida quanto à escolha do destino. Eu fui na agência, falei sobre países que eu tinha em mente, interesses e possíveis problemas. O pessoal de lá me indicou algumas cidades para que eu fizesse uma pesquisa e decidisse. Agora tenho umas dúvidas: como começo a fazer minha pesquisa? Como fazer um comparativo? Como encontrar sites que deem informações sobre as cidades? (Preciso muito descobrir o que digitar na busca)

    • Olá, Pedro! Tudo bem?

      Antes de tudo: o que você deseja com o intercâmbio? Quanto pretende gastar? E o que gostaria de aproveitar em paralelo aos estudos? Depois de responder isso ficará mais fácil avaliar as cidades que a escola te indicou e também outras que possam surgir no meio do caminho. As maiores operadoras do mercado: CI, Experimento, EF e STB, tem sites com bons conteúdos sobre os destinos, com as informações gerais sobre cada um. Para facilitar, coloque no google “Londres CI”, por exemplo, e vá direto a página de seu interesse. Depois que ver essas fichinhas mais gerais, vc pode selecionar um TOP 3 com as cidades mais legais e ir mais a fundo, procurando, também no google blogs que falem sobre o destino, de preferência, de pessoas que vivem ou viveram lá.
      Outros sites bacanas para vocês procurar informações gerais sobre destinos são TripAdvisor e Viajeaqui.

      Espero ter ajudado.
      Bj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *