Roteiro: 5 Dias em Nova York

A “Capital do Mundo” é um choque de informações e possibilidades, é tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, que São Paulo ao seu lado parece uma cidade calma. E, justamente por ser tão agitada e interessante, é um desafio montar um roteiro para apenas 5 dias de viagem. Mas é possível e muito divertido.

Primeira dica: faça uma programação levando em conta a proximidade das atrações. Por exemplo, visite o Central Park no mesmo dia em que for ao Museu de História Natural ou ao Met. Para saber o que fica perto do que, monte um Google Maps com as atrações que você gostaria de conhecer, assim fica mais fácil visualizar e também descobrir quais linhas do metrô te levam onde você quer chegar. Fiz um exemplo com as atrações que cito nesse post:


Ver 5 dias em Nova York num mapa maior

Segunda dica: abuse do bilhete do metrô com viagens ilimitadas, custa US$31 e cobre 7 dias (mesmo ficando só 5, vale a pena!). É possível fazer tuuuudo com transporte público, os metrôs cobrem muitíssimo bem a cidade e te levam até aos aeroportos. Para os lugares mais distantes, como os Outlets, você pode ir de ônibus ou alugar um carro, que é bem mais barato do que aqui no Brasil.

Alternativa para a segunda dica: se você, mesmo assim, quiser usar “táxi” – porque está muito cansado, carregando sacolas ou simplesmente para ver mais a cidade -, tenho uma dica super bacana, baixe o aplicativo Via no seu smartphone e pague apenas US$ 5 por qualquer corrida (até a 125 street – as principais atrações estão abaixo da 100, não se preocupe). O motorista te pega em uma esquina próxima de onde você está e te deixa em uma esquina bem pertinho do seu destino, em vez de te pegar e deixar na porta; e também faz compartilhamento do carro, ou seja, você pode viajar com outros passageiros. Vai por mim, é uma ótima alternativa e uso inteligente de transporte, e se ao baixar – através desse link http://bit.ly/1ZLXlHo -, você usar o código promocional talita5j2 ainda ganha $10 de crédito e eu também :)

Terceira dica: gaste menos com a hospedagem e aproveite mais as atrações e restaurantes. Como? Durma do outro lado da ponte. Nas duas vezes em que eu fui à NY fiquei em apartamentos alugados no AirBnB (faça seu cadastro!), localizados no Brooklyn, pertinho de estações de metrô. E me apaixonei por essa parte da cidade. Veja uma seleção que eu fiz especialmente esse post.

Quarta dica: vá nos lugares que te despertam curiosidade e não nos que todo mundo “tem que ir”. Explico, o passeio que eu menos gostei em NY foi o de barco para ver a Estátua da Liberdade. Achei chato, demorado e bobo. “Mas é obrigatório”. Para quem? Por que? Não se preocupe em bater cartão nas atrações mais populares, mas sim, em aproveitar a “sua Nova York”. Ah! Mas se cair em uma dessas roubadas, não amargue, pode dar boas fotos.

Talita e Marco em NYC com a Estátua da Liberdade ao fundo

Mesmo assim, se quiser sugestões de programas, seguem os meus lugares favoritos:

  • Museu de História Natural, para ver Dinossauros e se sentir dentro de “Uma Noite no Museu”

  • MoMA ou Met, para respirar um pouquinho de arte, ver outras cores e sentir esse lado da cidade. Eu gosto muito dos dois, porém, para uma primeira vez, acho que vale diversificar mais a experiência e não focar só num ângulo, nesse caso artístico.

  • Intrepid, para ver um ônibus espacial e submarino reais, além de vários outros aviões e ter uma bela vista da cidade.

  • Central Park, preciso mesmo comentar? Para relembrar inúmeros filmes que foram gravados lá, tirar foto com a estátua de Alice no País das Maravilhas ou com os Ursos de Metal…

  • Top of the Rock, o melhor lugar para ver a grandeza da cidade e tirar fotos com os topos e luzinhas dos arranha-céus ao fundo.

  • Times Square, para ficar tonto com tantos telões luminosos e propagandas  e decidir qual musical assistir (eu não gosto muito, por isso não vou sugerir nenhum). Aproveite e abrace o Elmo Juan por mim ;)

  • Rockefeller Center, vale passar ali nem que seja só para ficar boquiaberto com as esculturas em bronze e prédios imensos. Mas você também pode comprar brinquedos na loja da Lego, conhecer os estúdios da NBC, comer os açucarados cupcakes da Magnólia Bakery que fica ali pertinho…

  • Grand Central, a estação é maravilhosa, cinematográfica e em 2013 completou 100 anos. Você lembrará de  filmes como “Os Vingadores”, “Homens de Preto” e “Madagascar”, além de aproveitar a Apple Store linda de lá.

  • Eataly, mercadão de produtos italianos que tem também restaurantes que servem as melhores massas, vinhos, queijos e pizza. Sério, não saia de lá sem experimentar o Canolli de Pistache. E tem sorvete também. E café. E é vida.

  • Shake Shack, simplesmente o melhor hambúrguer com milk shake da cidade, você precisa experimentar o de morango ou, então, o especial da semana (eles sempre têm um sabores incríveis).

  • Gray’s Papaya, o melhor hot dog em um ambiente sujo e desconfortável. O verdadeiro pé-sujo novaiorquino XD

  • Godiva, para sua viagem ter gostinho de morango com chocolate :)

  • SoupMan, se você assistia Seinfield pule a descrição, se você não assistia a série americana, apenas confie em mim, por mais improvavél que pareça, vale a pena comer sopa de rua em viagem, porque é maravilhosamente cremosa e saborosa e quentinha e… tem sopa de lagosta! e de camarão! E é famosa por conta dessa cena aqui ó:


COMPRAS: tenho dó de perder tempo na viagem com isso, mas sei que é um programão em Nova York. Há 2 outlets perto de Manhattan, eu prefiro o Jersey Gardens, que fica mais próximo, tem marcas mais populares e taxas menores. Se você for pra lá, não se engane, gastará um dia todo, porque há muitas lojas bacanas e os preços realmente valem a pena. Em NY eu gosto muuuito das lojas: Forever 21, Uniqlo, L’Occitane, Sephora e Walgreens (é uma farmácia, mas é excelente para comprar produtos de beleza).

Capa do ebook Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio Clique aqui e conheça o livro Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio

Neste livro, a jornalista Talita Ribeiro conta histórias que viveu e ouviu durante as semanas que passou entre refugiados de guerra na Jordânia e no Curdistão Iraquiano. Em paralelo, a autora dá dicas turísticas dos locais que visitou e apresenta um passo a passo de como embarcar em uma viagem em que o foco são as pessoas, e não os lugares. “Refugiados no Oriente Médio” é o primeiro livro da coleção “Turismo de Empatia”, que nasce de questionamentos e curiosidades tão fortes que nos fazem sair da zona de conforto e entrar em um lugar desconhecido e sagrado: o coração do outro.

22 comentários sobre “Roteiro: 5 Dias em Nova York

  1. Ótimas dicas Talita!

    Sei que como o prazo é curto e que também devem ser levados em conta os gostos pessoais, gostaria de recomendar a Biblioteca Pública de Nova York (New York Public Library): além de ser linda e com um acervo gigantesco (o terceiro maior do mundo), foi cenário de filmes e séries como Caça Fantasmas, O dia depois de amanhã, CSI, entre outras.

    Vale a visita! Fica na 5a Avenida na esquina com a 42nd, colada no Bryant Park…

  2. Ótimas dicas mesmo talita! Esta me ajudando muito a escolher o que visitar em uma curtissima passagem por NY. Você tem alguma dica sobre orçamento? Quanto gasto em média passando 5 dias em NY?

    • Olá, Nádia! Só com alimentação, transporte e passeios, você gasta em média US$70 ou US$80 por dia.
      Hospedagem vai variar de acordo com o tipo de acomodação que escolher. Lembrando que hotel em NY costuma ser beeem caro.

      Beijo

  3. Este é um Ato Aleatório de Gentileza

    Em comemoração ao meu aniversário de 26 anos, farei 26 Atos Aleatórios de Gentileza durante o dia!

    Estou escrevendo nos meus blogs favoritos e gostaria de agradecer por todo o trabalho que você faz para ajudar seus leitores.

    Talita, conheci vc a pouco tempo, por causa da Nádia, por causa da sua viagem à São Francisco e instantaneamente me identifiquei com vc. Te admiro demais, pelo seu sucesso, sua juventude, sua inteligência, sua escrita belíssima e inspirada e por tudo que já conversamos.

    Aproveite bem o que recebeu e, se puder, passe adiante.
    Faça uma boa ação sem esperar nada em troca.
    É um sentimento que não tem preço.

    • Ganhei meu dia e este é um dos presentes mais especiais que recebi de aniversário!

      Sim, eu também faço 26 anos em maio, na próxima quarta-feira, dia 15. Adorei a sua idei e me sinto muito grata e feliz por ter sido uma das “tocadas” pela sua gentileza :)
      Espero, em breve, poder retribuir ao mundo por isso e continuar essa corrente do bem!

      Beijo e muitos anos cheios de delicadeza e felicidade compartilhada, Mariana! :)

  4. Pingback: Com que tênis eu vou? | Jornalistas que correm

  5. Obg pelas dicas, o que seria da gente sem esses comentários na internet, isso vai me ajudar a aproveitar melhor o tempo na minha viagem. Vamos ver como será e depois, em agosto , deixo meu recadinho tbém com a intenção de colaborar.

  6. Olá Talita, adorei seu miniroteiro de NY. Vou com a familia em janeiro de 2014 pra la, na epoca que a cidade faz mais frio. Estamos procurando hotel perto do burburinho pois uns amigos falaram que voltar pro hotel longe andando num frio como o de NY não da. E o meu medo é que como em viagens voltamos tarde p/ o hotel, fico preocupada de os metros não estarem mais funcionando na hora da volta. Fora que com 5 pessoas é sempre mais dificil arranjar taxi. Você acha que vale a pena ficar mais longe mesmo nessa época? Obrigada

  7. Talita, gostei do site e dicas, pretendo ir a NY em 2014, em um mês intermediário,não tão frio, e tb poucos dias. Anotando todas as dicas. Sou mais de visitar museus, lugarzinhos as compras… Obrigada pelas dicas! Abçs.

  8. Amei as dicas, mas ainda estou sofrendo para achar lugares para me hospedar. Preciso pagar na faixa de até 60 dólares e vou sosinha, no dia 29/11 07/12/2013. Consegue me indicar as hospedagens?

  9. OTIMAS DICAS , VOU SEGUIR UMA A UMA , MAS QUERO DEIXAR UMA DICA PRA QUEM GOSTA DE CHEESECAKE , DÁ UMA OLHADA NA EILLEN´S CHEESECAKE EM MANHATTAN , SHOW DE BOLA !!!

  10. Talita,
    gostaria de saber se é seguro alugar quartos. Normalmente, quando viajo alugo o apartamento todo.
    Grata
    Simone

    • Olá, Simone!

      O que eu posso te dizer é que sempre que aluguei quartos através do Airbnb, tive ótimas experiências. Porém, só fiz isso nos EUA. As dicas que eu posso dar são: ler tooooda a descrição sobre as pessoas que moram no apê e seu estilo de vida/gostos, só alugar quartos que tenham comentários positivos de outras pessoas que já o utilizaram, optar por quartos com banheiro privativo (vai por mim, esse pode ser o principal motivo de discórdia) e sempre conversar bastante com o dono do apartamento por e-mail/skype antes de fechar, para ver se “o santo bate”.

      Beijo

  11. Caso esteja por lá no domingo, vale à pena ir ao brunch do Sylvias Restaurant no Harlem para experimentar o “sabor da Carolina do Sul” e, de quebra, ouvir música gospel!

  12. Pingback: Corra em Nova York (mas não no Central Park!) - Jornalistas que correm

  13. Pingback: Viaje para os Estados Unidos com passagens baratas

  14. Em 2014 esse roteiro ainda vale? hahahaha
    Amei saber dos museus! e já decidi e vou no central park e museu de história natural no mesmo dia! :D

  15. Pingback: Passagens para Nova York, Miami ou Orlando por menos de R$ 1.500

  16. Pingback: Passagens para Nova York, Miami ou Orlando por menos de R$ 1.500 • Passagens Aéreas

Deixe uma resposta para Nádia Apocalypse Cancelar resposta para %s

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *