Roteiro para Los Angeles com luxo ou econômico

Talita Ribeiro na Rodeo Drive em Los AngelesNos dois meses em que vivi em San Francisco, fui duas vezes para Los Angeles. Na primeira, comprei a passagem de ônibus por US$19 com a Megabus, fiquei no Motel 6 – um tipo de Ibis, mas muito mais espaçoso e confortável -, tomei café no Starbucks e aluguei um carro simples com os amigos da escola. Na segunda, me hospedei por uma noite no clássico Beverly Wilshire Hotel, da rede Four Seasons, onde foi gravado o filme Uma Linda Mulher, cheguei de Mustang conversível – ouvindo Pretty Woman, claro -, e tomei café da manhã ao lado de Judi Dench, a M de 007. Tudo ao lado do meu marido, com quem comemorei o meu primeiro Valentine’s Day nos EUA. O fato de eu ter ido para um trailer no dia seguinte é só um detalhe que ajudou a balancear as contas ;)

Com luxo ou de forma mais econômica, a cidade e os seus arredores guardam muitas atrações interessantes – algumas bizarras -, que vão desde excelentes museus de ciências, até galerias de arte belíssimas e gratuitas, passando por praias históricas, principalmente para quem gosta de skate, e parques de diversão. Sim, há a Calçada da Fama, o Teatro Chinês, o Museu de Cera e todas essas coisas relacionadas ao cinema, porém, Los Angeles vai muito além. Por isso, listei a seguir o que considero imperdível em LA:

Getty Museum em Los AngelesGetty Museum, se há um lugar em que os “anjos” viveriam é aqui, uma linda construção branca em cima de uma montanha, com uma vista completa da cidade – o pôr-do-sol é incrível -, cheia de obras de arte, desde renascentistas até contemporâneas, e um jardim magnifico com esculturas. E quer saber o melhor? É gratuito! Sem dúvidas é o meu local favorito em Los Angeles.

County Museum of Art, quando fui no início do ano, havia a exposição do Kubrick, que está agora em São Paulo, mas independente disso, o espaço é bem bacana, há esculturas fixas que valem a visita, assim como os food trucks que param na frente do museu aos sábados (gordinha mode on).

Talita beijando Babobi de Transofrmers na Universal Studios de Los AngelesUniversal Studios, para se divertir feito criança com atrações como o simulador do Transformers (que eu repeti 3 vezes!) e a montanha russa no escuro da Múmia, passear por cenários de filmes como O Tubarão, ver o carro de De Volta para o Futuro, tirar fotos com o Shrek, os Simpsons e muitos outros personagens.

Observatório Griffith, esse eu tenho que confessar que não fui, porém, está no meu roteiro para uma próxima visita, porque, além de ter uma vista deslumbrante da cidade e ter sido cenário de filmes como Exterminador do Futuro, Rebelde sem Causa e Jurassic Park, ele conta com atrações interessantes para quem gosta de ciências, como o pêndulo de Focault e, claro, um bom planetário.

Cartaz do Califórnia Science Center e do Museu de História Natural de Los AngelesCalifórnia Science Center, abriga a Endeavour, ônibus espacial que já esteve no espaço, entre outras peças histórias para quem gosta de astronomia e adorou (ou até odiou) o filme Gravidade. Ali pertinho fica o Museu de História Natural deles, que não é tão grande como o de NY, mas tem ossos de dinossauros, e é sempre incrível ver dinossauros!

Parque de Diversões de Santa Mônica Bay, nem que seja só para ver a roda gigante, comer um algodão doce e aproveitar um pôr-do-sol diferente, vale a pena dar uma esticadinha até essa praia, que é linda, mas tem um vento super forte, então, não esqueça o casaquinho.

Venice Beach, se você gosta de skate PRECISA conhecer essa praia e suas pistas no meio da areia. Mais do que isso, se você gosta de algumas bizarrices ou é do time a favor da liberação da maconha, vai se divertir andando em seu calçadão, onde é possível tirar (leia-se comprar) uma autorização para fumar um baseado legalmente em toda Califórnia.

pés de Talita Ribeiro sobre a estrela de Bernardo Bertolucci na Calçada da FamaRodeo Drive, várias das grifes mais caras do mundo tem loja aqui, mas isso não quer dizer que você só pode ir se gostar de compras, nas ruas paralelas há bons restaurantes e cafés que não são necessariamente caros, onde você pode encontrar atores e atrizes famosos. Para ser sincera, todos os locais tem um “quê” de “estrelas”.

Calçada da Fama, Teatro Chinês, Museu de Cera… são obrigatórios para quem curte famosos e gosta de tirar fotos “jacu” – como a minha com o pé na estrela -, para quem não é assim tão ligado nisso, só uma passadinha na Hollywood Street para ver um mundo de gente fantasiada e comprar lembrancinhas para a família já basta.

Talita e amigos em frente ao letreiro de hollywood em Los AngelesLetreiro Hollywood – Sim, é jacu, clichê, bobo… mas todo mundo adora. Inclusive eu. Como na minha primeira vez em Los Angeles encontrei a minha amiga e cantora Camila Teixeira, que mora lá há um bom tempo e já foi até manobrista da Julia Roberts, ela me levou em um ponto do Mount Lee onde era possível tirar uma boa foto. Tem quem continue por uma trilha de terra para chegar até as letrinhas, porém, não quis ir “tão fundo” nisso. Falando na Camila, o primeiro CD dela, Maldito Superego, é uma excelente trilha sonora.

537128_10152150209169386_1056675977_nImagino que vocês ficaram curiosos sobre a noite de Valentine’s Day no Beverly Wilshire Hotel, então, vou contar um pouquinho sobre a experiência. Primeiro, eu dei a sorte de, alguns meses antes, participar de um #chatdeviagem sobre Nova York, promovido em parceria com a Four Seasons, e ganhar um vale de US$500, que eu poderia gastar em qualquer hotel da rede. Escolhi o de Los Angeles porque adoro o filme uma Linda Mulher e achei que seria “apropriado” para uma noite especial a dois. Acertei. O hotel fica na Rodeo Drive, é lindo, tem quartos muito espaçosos – o que nós ficamos tinha dois banheiros imensos com banheira, além de uma salinha, separa do quarto por uma porta de madeira de correr. Nas áreas comuns, nós aproveitamos o bar do hotel, bem intimista, com petiscos grátis e uma boa carta de espumantes, e visitamos a piscina, em estilo mediterrâneo e com cabanas privativas ao redor.  Na manhã seguinte, utilizamos o serviço de motorista do hotel – incluído na diária -, que nos levou em um carro de luxo até o local indicado pela concierge, em que comemos panquecas ao lado da M do filme 007, entre outros atores de seriados. Claro, ao voltar, fizemos várias fotos lindas no hall principal, na escadaria e na frente do hotel. Afinal, foi um momento especial e tinha que ficar registrado, né?

trailer em que ficamos em Los AngelesMas não é só em Bervely Hills ou na Hollywood St. que acontecem coisas de cinema, os outros 2 dias em que passamos em LA, ficamos hospedados em um trailer, dentro de uma galpão onde funciona uma startup. Sim, foi bem alternativo, divertido, e alugado diretamente no site do Airbnb. A região era industrial, porém, na rua onde estávamos, muitos galpões haviam sido adaptados para servir de cenário para filmes e, por ser mais afastado, as ruas também eram usadas constantemente para gravações. No sábado um food truck especializado em ovo – sim, o “zoiudo” em versões mais gourmet – parava ao lado de um café supercharmoso na esquina de “casa”, o que deixou o nosso “brunch” bem saboroso e diferente.

Viu como Los Angeles pode ser interessante com ou sem luxo? ;)

 

Capa do ebook Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio Clique aqui e conheça o livro Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio

Neste livro, a jornalista Talita Ribeiro conta histórias que viveu e ouviu durante as semanas que passou entre refugiados de guerra na Jordânia e no Curdistão Iraquiano. Em paralelo, a autora dá dicas turísticas dos locais que visitou e apresenta um passo a passo de como embarcar em uma viagem em que o foco são as pessoas, e não os lugares. “Refugiados no Oriente Médio” é o primeiro livro da coleção “Turismo de Empatia”, que nasce de questionamentos e curiosidades tão fortes que nos fazem sair da zona de conforto e entrar em um lugar desconhecido e sagrado: o coração do outro.

6 comentários sobre “Roteiro para Los Angeles com luxo ou econômico

  1. Pingback: Conheça Las Vegas ou Los Angeles a partir de R$ 1.422

  2. Pingback: Roteiro Alternativo – Califórnia | Audrey Não Sabia!

  3. Pingback: Passagens para a Califórnia a partir de R$ 1.228

  4. Pingback: Passagens para a Califórnia a partir de R$1.228 • Passagens Aéreas

Deixe uma resposta para Camila desenvolve Cancelar resposta para %s

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *