Planeje a sua viagem para Orlando

Sabe aqueles destinos que você tem vontade de voltar sempre? Pois é, Orlando entrou para a minha lista, por contar com uma estrutura incrível para turistas que, como eu, querem relaxar – mesmo ficando exaustos no fim do dia -, e desligar do trabalho, até quando viajar faz parte da sua profissão. Orlando combina a magia da Disney, com a adrenalina dos parques da Universal, mais os preços irresistíveis das lojas e outlets. Para aproveitar o que a região tem de melhor, porém, vale a pena ficar atento a essas dicas:

castelo magic kingdom fogos de artifício

 – Defina quais parques tem mais a ver com o que você deseja
A Disney é mágica, mas tem pouquíssimos brinquedos radicais, 2 ou 3 em cada parque, enquanto a Universal e o Islands of Adventure oferecem várias opções, sem falar no Bush Gardens, que conta com as montanhas-russas mais altas e rápidas da região. Quer ver bichos? Animal Kingdom, Sea World e Bush Gardens são ótimas opções. Adora simuladores? Epcot e Island of Adventure – onde fica o castelo do Harry Potter – são imperdíveis! Está viajando com crianças? Magic Kingdom é obrigatório! Esses são só alguns exemplos do que você pode levar em conta na hora de programar a sua viagem. Defina o que é importante para você e para quem te acompanhará e monte o seu roteiro com base nisso. Há sites em português sobre todos os parques, ó: Universal e Islands of Adventure;  Bush Gardens e Sea World; e Disney World.

– Separe um dia para cada parque e/ou outlet que você deseja conhecer
Eu fiquei apenas 6 dias no destino, fiz exatamente isso e, mesmo assim, ficava exausta no fim do dia. Não consigo imaginar como aproveitar de forma plena os parques e ainda emendar compras a noite, até porque, há espetáculos belíssimos ao anoitecer, que merecem ser vistos. Em uma próxima viagem, pretendo ficar no mínimo 10 dias, para conseguir intercalar dias de parque, com programas mais light de compras e descanso no hotel/casa alugada – com piscina, claro, já que a Flórida é conhecida por seus dias de sol. Se você puder, recomendo que fique duas semanas na cidade, assim, pode conhecer também parques aquáticos, como o Blizzard Beach e o Typhoon Lagoon.

Botons disney aniversário e 25 anos do Hollywood Studios– Se possível, viaje na baixa temporada
Eu fui em um período relativamente tranquilo, pós-páscoa, e, mesmo assim, me assustei um pouco com as filas no Magic Kingdom –  foi impossível ver princesas como a Cinderela, cuja espera era superior a duas horas -, e do Hollywood Studios, que, sem planejar, eu acabei visitando no dia do 25º aniversário, com direito a bottom comemorativo e show de fogos no final. Não consigo imaginar como ficam os parques em junho e julho, época das férias escolares nos Estados Unidos, Brasil e vários países europeus. Sem falar no calor, que pode ultrapassar a casa dos 35 graus no verão do hemisfério norte. Outra dica é tentar evitar o período dos grandes feriados americanos, como o de Ação de Graças, na última semana de novembro. Eu gosto muito do calendário disponível no Undercover Tourist, que sinaliza em cores os dias/meses mais cheios ou tranquilos, além de indicar quais são os melhores parques para visitar a cada dia e os eventos do período.

– Compre os ingressos para os parques com antecedência
Além de evitar possíveis aumentos no preço dos passes, você consegue cadastrar-se no site da Disney e já reservar as atrações que deseja “furar-fila”. Sim, o chamado FastPass é gratuito e te dá direito a visitar, inicialmente, três atrações de cada parque em um horário pré-determinado, sem ter que encarar a fila. Desde o final de abril, após usar o seu FastPass nos três brinquedos escolhidos, você  pode fazer novas “reservas” diretamente nos quiosques do parque. É importante cadastrar-se rápido no site, porque há um número limitado de FastPass por atração e as mais concorridas, como a do Toy Stores no Hollywood Studios, costumam esgotar rápido. Os hóspedes dos resort Disney tem uma vantagem, podem fazer as reservas com até 60 dias de antecedência, enquanto os outros clientes do parque só conseguem incluir as atrações que desejam 30 dias antes da visita.

Gostou? Tem outras dicas? Compartilhe :)

Este post faz parte da ação #partiusmiles, realizada em parceria com o programa Smiles. Para saber como é voar para Orlando com milhas, clique aqui. Todos os textos e imagens publicados são de minha autoria e representam o que eu acho sobre os serviços e experiências. 

Capa do ebook Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio Clique aqui e conheça o livro Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio

Neste livro, a jornalista Talita Ribeiro conta histórias que viveu e ouviu durante as semanas que passou entre refugiados de guerra na Jordânia e no Curdistão Iraquiano. Em paralelo, a autora dá dicas turísticas dos locais que visitou e apresenta um passo a passo de como embarcar em uma viagem em que o foco são as pessoas, e não os lugares. “Refugiados no Oriente Médio” é o primeiro livro da coleção “Turismo de Empatia”, que nasce de questionamentos e curiosidades tão fortes que nos fazem sair da zona de conforto e entrar em um lugar desconhecido e sagrado: o coração do outro.

Um comentário sobre “Planeje a sua viagem para Orlando

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *