A Sobrevivente

Mão da menina Yazidi sobre a mão da Talita

Com 10 anos, ela já viveu um ano e três meses no inferno, em territórios ocupados pelo ISIS, no Iraque e na Síria. Separada do pai e dos irmão, que sumiram após a invasão dos terroristas, precisou sobreviver a três dias sozinha, sem a mãe, na casa dos inimigos, antes de ser resgatada. Não tive coragem de perguntar sobre esse período, ao ver o terror em seu rosto e os olhos cheios de lágrimas.

A pequena yazidi quer ser médica, mas não vai à escola há quase dois anos, por conta da guerra. Tem um corpo miúdo, voz fina, olhar profundo e um sorriso que resiste aos dias sem perspectivas. Ela nos serve o chá adocicado, senta-se em um canto da sala cheia de tapetes e cobertores, observa os adultos falarem, se perde em pensamentos, cutuca as unhas e não desgruda de um celular.

Olhando assim, parece mais uma menina, crescendo em um país partido pelo ódio, mas ela já teve um preço, quatro mil dólares, pagos por uma organização de índole duvidosa. Meu coração se enche de tristeza e raiva ao ver a lista, com o nome e valor das mulheres e meninas resgatadas. Respiro fundo, a vejo arrumando o cabelo curtinho atrás da orelha, quero abraçá-la, dizer que ela é muito valiosa, mas me contento em pegar suas mãos delicadas e segurá-las com força. Tento me convencer que ela nunca mais vai partir, mesmo sabendo que o Estado Islâmico está a apenas 50 km dali.

Para acompanhar os textos da viagem da Talita para o Oriente Médio, assine este blog preenchendo o campo de e-mail na coluna lateral. Não perca os próximos relatos!

Capa do ebook Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio Clique aqui e conheça o livro Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio

Neste livro, a jornalista Talita Ribeiro conta histórias que viveu e ouviu durante as semanas que passou entre refugiados de guerra na Jordânia e no Curdistão Iraquiano. Em paralelo, a autora dá dicas turísticas dos locais que visitou e apresenta um passo a passo de como embarcar em uma viagem em que o foco são as pessoas, e não os lugares. “Refugiados no Oriente Médio” é o primeiro livro da coleção “Turismo de Empatia”, que nasce de questionamentos e curiosidades tão fortes que nos fazem sair da zona de conforto e entrar em um lugar desconhecido e sagrado: o coração do outro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *