Airbnb – como usar e listas com quartos e casas legais

Eu já fiquei em mais de 30 apartamentos diferentes pelo mundo com o Airbnb como viajante – ou seja, pagando pela viagem, não a convite -, e nunca tive uma experiência ruim, algumas foram excelentes e outras só ok. Essa é uma das opções mais baratas e interessantes de hospedagem, já que te permite alugar um quarto ou casa inteira de um local e interagir mais com a “cidade real”, das pessoas que vivem no destino. E as diárias podem sair até 50% mais baratas que em hotéis!

É seguro?
Eu costumo responder essa pergunta contando que preferi ficar em um Airbnb que em hotel no Iraque – sim, eu fui pra lá em 2015 e isso é tema do meu livro!rs Ou seja, confio bastante nesse serviço, mas aconselho, claro, que você tome alguns cuidados quando for selecionar onde ficar.

Veja abaixo um passo a passo de como usar melhor o Airbnb:

1- Se cadastre através desse link e ganhe US$ 37 de créditos de viagem!

2- Comece a sua busca definindo qual é o destino que você deseja visitar, o período que pretende viajar e o número de hóspedes. Não se preocupe se ainda não tiver fechado 100% o período da sua viagem, essa busca servirá para você ter uma base dos preços.

telainicialairbnb

 

3 – Antes de começar a ver as opções, defina o tipo de hospedagem que você quer: quarto compartilhado, quarto privativo, quatro e banheiro privativos ou casa inteira. Eu, particularmente, sempre que possível, seleciono apenas as duas últimas opções, porque gosto de ter uma “suíte” pra mim :)

4 – Você também pode filtrar por faixa de preço da diária, assim dá para ver só opções que cabem no seu bolso.

airbnbprecos

5 – Comece a selecionar as opções que têm: avaliações positivas (eu dou preferência sempre para as que têm mais de cinco), no mínimo quatro estrelas, fotos boas dos ambientes e, claro, que tenham boa localizações, perto dos locais que você deseja conhecer ou com bom acesso à transporte público.

6 – Clique no coraçãozinho nas opções que você gostar e crie uma Wish List. Nas observações, coloque o porquê de ter gostado de cada uma das casas. Não precisa ser nada muito elaborado e você pode usar até um sistema de notas de 1 a 5 para quesitos que considere importante, como localização, conforto, preço e etc. Assim, na hora de escolher entre elas, será mais fácil.

Quer exemplos de listas que eu já montei?

Airbnb em Washington D.C.

Airbnb em Nova York – Manhattan 

Airbnb em Nova York – Brooklyn 

Airbnb em Paris

Você pode ter um dia de "patrão" em casas incríveis como essa com o Airbnb!

Você pode ter um dia de “patrão” em casas incríveis como essa com o Airbnb!

7 – Compare as opções que você salvou na wishlist, leia com mais atenção as regras da casa e de cancelamento, escolha a que mais te agrada e clique em reservar. Em alguns casos, é necessário mandar uma mensagem para o dono da casa que você quer ficar, se apresentando, em outras a reserva é feita na hora. Se você tiver alguma dúvida, antes de fechar, escreva um e-mail para o dono com a sua questão.

8 – Após fechar, você receberá um e-mail com a confirmação da sua reserva e poderá ver mais informações relevantes, como o telefone do dono da casa, o endereço certinho e etc, no seu perfil no Airbnb. Ah! Pouco antes da sua viagem, vale a pena entrar em contato com quem está alugando a casa ou quarto para combinar o check-in e ver se você precisa levar xampu e sabonete ou se estão incluídos na reserva, por exemplo.

Ou se divertir em espaços mais alternativos :)

Ou se divertir em espaços mais alternativos :)

9 – As regras de uso da casa variam de acordo com cada locador, então, leia com atenção essa parte, para ser um bom visitante e não cometer nenhuma gafe. Mas normalmente é bem tranquilo o compartilhamento das áreas comuns (sala, cozinha, banheiro e quintal) e a convivência. Se você alugou a casa toda não terá que se preocupar com isso ;)

10 – Sinta-se a vontade mas seja respeitoso, assim como você gostaria que um visitante fosse no seu lar. Ah! Essa inclusive é uma dica ótima para fazer uma graninha extra e viajar mais: alugue um espaço na sua casa através do Airbnb também! Quando eu morava em São Paulo, recebi vários viajantes no meu lar doce lar e foi uma experiência muito legal.

Ou até mesmo alugar uma casa na árvore!

Ou até mesmo alugar uma casa na árvore!

Gostou? Não se esqueça de se cadastrar no Airbnb!
Tem outras dúvidas? Comente! :)

Capa do ebook Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio Clique aqui e conheça o livro Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio

Neste livro, a jornalista Talita Ribeiro conta histórias que viveu e ouviu durante as semanas que passou entre refugiados de guerra na Jordânia e no Curdistão Iraquiano. Em paralelo, a autora dá dicas turísticas dos locais que visitou e apresenta um passo a passo de como embarcar em uma viagem em que o foco são as pessoas, e não os lugares. “Refugiados no Oriente Médio” é o primeiro livro da coleção “Turismo de Empatia”, que nasce de questionamentos e curiosidades tão fortes que nos fazem sair da zona de conforto e entrar em um lugar desconhecido e sagrado: o coração do outro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *