Hotel Barato em Nova York e boa hospedagem em NY

É possível se hospedar em Nova York, ficando em um hotel legal, com boa localização e sem pagar uma fortuna? Sim. Desde que você entenda que Manhattan não é só a Times Square ou o Central Park. E aproveite que a cidade conta com um ótimo sistema de transporte público, com estações de metrô em todo lugar, inclusive em outras vizinhanças de NY.

O título parece redundante, eu sei, mas decidi colocar assim, porque hotel não é a única opção de hospedagem em Nova York. Também têm hostels – um amigo ficou em um exclusivo para pastores evangélicos e ministros de louvor, por exemplo. E, o que eu mais gosto, Airbnb, onde você aluga um quarto na casa de um local ou até mesmo o apartamento todo, por preços excelentes.

Hospedagem em Nova York confortável, em bairro legal e sem custar uma fortuna? Tem sim!

Diárias em hotéis em NY de US$ 130 até US$ 200

O preço da diária varia conforme o período da sua viagem, no geral, a alta temporada inclui o verão (julho e agosto), o período das festas, grandes feriados americanos (que variam a cada ano) e de eventos como o Fashion Week. A melhor época para vir pra Nova York, na minha opinião, é na média temporada, de maio a início de julho e de setembro até início de novembro, quando a temperatura é mais amena.

Fiz uma seleção no Booking.com com alguns hotéis bons com diárias entre US$ 130 e US$ 200, para duas pessoas, na média temporada:

O The Ridge Hotel está no meu bairro predileto, o Lower East Side (LES), fica pertinho do metrô – a menos de 30 minutos até as principais atrações, como a Times Square  – e de ótimos lugares para comer.

O Orchard Street Hotel também fica no LES, tem uma estrutura bem básica, mas bem avaliada pelos hóspedes. Dica: o Booking.com diz que cobre qualquer oferta e esse mesmo local está anunciado no Airbnb, vale a pena fazer um comparativo antes de fechar ;)

O Arlo Soho é, provavelmente o mais lindo dessa lista, com decoração maravilhosa, mas quarto pequeno. Eu não acho isso um problema, visto que a vizinhança dele é incrível e tem um bar na cobertura com uma vista linda!

O Arlo NoMad assim como o hotel acima, é super descolado e bonito, com a vantagem de estar pertinho do Empire State Building – tem uma área comum com vista pra ele que dá para tirar fotos legais. É mais difícil achar diária promocional, ou seja, até US$ 200, mas vale a busca.

O East Village Hotel,  fica no meio de uma vizinhança bem residencial e charmosa, o que garante mais paz e personalidade para a sua estadia. Além de ter muitos cafés, restaurantes e lojinhas bacanas ao redor.

O Pod51 é um hotel com um perfil bem jovem – boa parte dos quartos são com beliches e com banheiro compartilhados, mas há também privativos. Ele fica em Midtown, que eu, particularmente, não gosto muito, porém, é onde ficam os principais cartões postais, como o Rockefeller Center.

O Washington Square Hotel não é nada charmoso, mas está no meio do Greenwich Village e do lado do Washington Square Park, figurinha carimbada no meu Stories (me segue no @talitaribeiro). Então, é uma boa opção, principalmente se você quiser ir na NYU.

O Leo House, apesar de parecer esquisito, por ter uma capela – sim, igreja -, dentro, ele tem excelente custo-benefício, incluindo café da manhã na diária, coisa rara em NY, e uma localização bacana, pertinho do High Line. Fique atento, há quartos com banheiro privativo e outros compartilhados!

Hotel em Nova York com essa vista por menos de US$ 200? Tem também! :)


Desconto de até 50% para hotéis de luxo em Nova York

Se você não for uma pessoa ansiosa e não se importar de fechar a sua hospedagem em cima da hora, pode conseguir até 50% de desconto na sua hospedagem em hotéis mais bacanas – design, boutique, luxo ou só mais bonitinhos mesmo -, com o aplicativo Hotel Tonight.

Nesse aplicativo, dá para fazer reservas até 100 dias antes da sua viagem, mas as grandes barbadas aparecem meeeesmo na semana da viagem. Para quem vive em NY, ele é perfeito para uma “escapadinha romântica”, porque tem muitas promoções bacanas de last minute.

Se quiser arriscar, mas não muito, pode fechar os primeiros dias da viagem e deixar os últimos para um “luxo” ao acaso. Mas a minha dica principal é: não feche sua hospedagem antes de ver nesse app quais são as boas opções, para o revéillon, por exemplo, há hotel bem bom com diária por US$ 199. Ah! E tem código de desconto no fim do post!

Um apartamento em NY para chamar de seu

Não quer gastar mais de US$ 100 por dia com hospedagem? Tudo bem, no Airbnb há várias opções por valores inferiores a esse, inclusive para quem quer ficar em um apê só seu.

Mas não é proibido Airbnb em Nova York? Não, o que acontece aqui é uma regulamentação que proíbe o aluguel de curta temporada em determinados prédios. Se quiser saber mais sobre isso, veja o post exclusivo que já escrevi sobre como usar o Airbnb.

Ficar em Nova York com Airbnb é, possivelmente, a opção com o melhor custo benefício e eu fiz uma lista com lugares em Manhattan a partir de US$ 60. Se você atravessar a ponte, há vários quartos legais por menos de US$ 50 no Brooklyn. Lembrando que, as diárias mais baratas são para quartos na casa de locais, com ou sem banheiro privativo, mas se quiser um lugar exclusivo dá para encontrar apartamentos desde US$ 100 a diária. 

Código de desconto para hospedagem em Nova York
(e outros lugares também!)


Esse não é um post patrocinado, então, eu só “ganho algo” através dos meus links nas plataformas que indico. O melhor é que essa é uma via de mão dupla, ou seja, se você utilizá-los, também ganha créditos!

Receba R$ 100 para usar na sua primeira reserva, ao se cadastrar no Airbnb aqui.

Ganhe US$ 25 de desconto ao fazer uma reserva, com valor superior a US$ 135, no Hotel Tonight, usando o meu código TCARNEIRO 

Aproveite US$ 25 de desconto no Booking.com ao reservar seu hotel aqui.

Ah! E se quiser fazer uma viagem incrível e econômica em Nova York, veja as minhas dicas do que fazer e comer no #nyc10orless :)

Capa do ebook Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio Clique aqui e conheça o livro Turismo de Empatia: Refugiados no Oriente Médio

Neste livro, a jornalista Talita Ribeiro conta histórias que viveu e ouviu durante as semanas que passou entre refugiados de guerra na Jordânia e no Curdistão Iraquiano. Em paralelo, a autora dá dicas turísticas dos locais que visitou e apresenta um passo a passo de como embarcar em uma viagem em que o foco são as pessoas, e não os lugares. “Refugiados no Oriente Médio” é o primeiro livro da coleção “Turismo de Empatia”, que nasce de questionamentos e curiosidades tão fortes que nos fazem sair da zona de conforto e entrar em um lugar desconhecido e sagrado: o coração do outro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *