Talita entregando balões para refugiados no Curdistão Iraquiano

O balão

Era só eu começar a soprar, para brotar crianças ao meu redor, duas, três, seis… Mas hoje, pela primeira vez, surgiu também uma senhorinha, com seu sorriso e olhos infantis, pedindo uma bexiga. Achei que era para um neto, mas logo percebi que não, ela só queria brincar. E aquilo me fez pensar quanto amor…