Parquinho superlotado com dezenas de crianças agasalhadas em roupas simples, velhas e sujas

As Crianças

Cercas, barracas, esgoto a céu aberto, banheiro limitado, sofrimento compartilhado, fome, sono, sede, medo, ausência de horizontes… E uma criança no meio, que representa milhares de tantas outras. Não há petróleo no mundo que pague seus dias vazios. Não há política internacional que explique a violência como rotina. Nas guerras sobram bombas e falta razão.…

Talita entregando balões para refugiados no Curdistão Iraquiano

O balão

Era só eu começar a soprar, para brotar crianças ao meu redor, duas, três, seis… Mas hoje, pela primeira vez, surgiu também uma senhorinha, com seu sorriso e olhos infantis, pedindo uma bexiga. Achei que era para um neto, mas logo percebi que não, ela só queria brincar. E aquilo me fez pensar quanto amor…

Antigas construções romannas com baneirinhas coloridas modernas

O presente

“Hello! Welcome to Jordan! I Love You!“, um grupo de crianças gritava as poucas palavras e frases em inglês que elas sabiam, enquanto acenavam e sorriam para mim. Eu retribuía, com tchauzinhos de miss, sorrisos e sinceros “Thank you”. Estávamos em Jerash, um sítio arqueológico com ruínas romanas, envolto numa linda vizinhança árabe e bem…