Menina triste sentada num banco próxima à um parquino em Erbil, Iraque

De volta

_ Você foi para Dubai, não é? _ Não, fui para Jordânia, Iraque e Turquia. _ Iraque?! _ Sim, para o Curdistão, no norte do país. _ Você trabalha com o que mesmo? _ Não fui a trabalho, queria conhecer de perto alguns projetos com refugiados. _ Nossa, mas você não ficou com medo? Deve…

Roda gigante e moinho de vento clássico

Alerta mundial sobre o risco de viagem

Não viaje, permaneça em casa consumindo emoções artificiais, através da sua TV ou Smartphone, alimentando a sua falsa sensação de controle e segurança. Enquanto isso, nós decidimos por você quem e quantos devem morrer nessa guerra. Não viaje, não corra o risco de sentir empatia e, ao se colocar no lugar do outro, perceber que…

Parquinho superlotado com dezenas de crianças agasalhadas em roupas simples, velhas e sujas

As Crianças

Cercas, barracas, esgoto a céu aberto, banheiro limitado, sofrimento compartilhado, fome, sono, sede, medo, ausência de horizontes… E uma criança no meio, que representa milhares de tantas outras. Não há petróleo no mundo que pague seus dias vazios. Não há política internacional que explique a violência como rotina. Nas guerras sobram bombas e falta razão.…

Representação de uma mesquita em cerâmica

Atentados

Acordei com o barulho do vento, batendo forte nas janelas de vidro, me chamando com seu uivo seco. Um arrepio na espinha, pêlos eriçados, frio, muito frio. Ligo o celular, com a vista ainda embaçada e, de repente, todos os amigos estão comovidos com os mortos de Paris. Procuro no Google a notícia e descubro…