Buenos Aires e Montevideo com amor

Sempre quando escrevo roteiros de viagem para amigos, além de impressões, coloco uma boa dose de amor. Desejo, a cada linha, que eles vivam momentos inesquecíveis nos melhores restaurantes, atrações, paisagens… Escrever é uma forma de demonstrar que eu os quero bem, aqui ou em Calcutá. E este post não é diferente, foi pensando especialmente…

O riso é universal

O Catacombs, antigo nigthclub nas docas de Cape Town, foi cenário de cenas tão bizarras quanto familiares no anos 60. Eu não estava lá, claro, mas Billy Monk registrou tudo com sua câmera fotográfica, em um rico acervo que poderia ser chamado de “vergonha alheia” ou, o mais realista, “quem nunca?”. As pessoas não estão…

Escultura de uma cabeça com expressão de sofrimento

Sobre-viver em dias de chuva

Lembra daquelas cenas de desenho em que o encarcerado rabisca risquinhos na parede, que representam o tempo que ele já passou na prisão? Sou eu com os dias cinzas. Nestas 3 semanas que estou fora de casa, sei de cór quantos dias eu não vi o sol brilhar e tive que encarar sensações térmicas congelantes,…

Escultura de coelho imitando origami

De Londres à NY, com conexão em Tokyo

Eu nunca estive no Reino Unido, mas não há “Um Lugar Chamado Nothing Hill” que me tire da cabeça a impressão de que lá é sempre frio, úmido e cinza. Ontem eu acordei em Londres. E, pela primeira vez nessa viagem, tive problemas para levantar da cama e encarar a cidade das ladeiras, com céu…