Talita observando enormes painéis lotados de caracteres chineses

Sobre partir e se encontrar

Chovia forte naquela terça-feira cinza, o ônibus Praça do Correio – Brasilândia estava lotado, com quase todas as janelas fechadas e em um ponto onde alagamentos eram comuns. Mas tudo bem, eu estava na Suíça, experimentando queijos divinamente cremosos e prestes a embarcar no Trem do Chocolate, que me levaria entre os Alpes até uma…